FALANDO DE SENTIMENTOS – TÉDIO

TÉDIO

Por Beatriz Breves

O sentimento de tédio pode ser experimentado como um mergulho na monotonia – o dia não passa, o tempo se torna inútil e nada acontece.

Entretanto, se faz curioso como o tédio, mesmo sendo um sentimento que nos remete ao nada, pode ser tornar, por vezes, extremamente cansativo e pesado. Nesses momentos é comum a sensação de uma tonelada de tédio sendo carregada em nossas costas.

Então, fico pensando se o tédio não seria um daqueles sentimentos que emerge para acobertar outros sentimentos e, assim, em troca, se nutrir deles. Afinal, não precisa procurar muito para encontrar por traz do tédio os sentimentos de frustração, impotência, aborrecimento, tristeza, fraqueza, desilusão e tantos outros que, podendo se apresentar juntos ou separados, seriam geradores de paralisação. E, estes sim, podem se mostrar sentimentos pesados e cansativos.

Em sendo assim, ao sentir tédio, caberia a pessoa realizar uma busca interna na direção da revelação de quais sentimentos, sensações e pensamentos estariam servindo como fonte de seu alimento.

Você também pode se interessar por: