FALANDO DE SENTIMENTOS – PREPOTÊNCIA

PREPOTÊNCIA

Por Beatriz Breves

Fazendo uma analogia com uma árvore genealógica, o sentimento de prepotência poderia ser considerado o filho da arrogância com o descaso, pois leva a pessoa não só a se sentir superior ao outro, mas como também a fazer pouco caso do outro.

Sem falar do olhar da prepotência, que é de desdém, de desqualificação e, principalmente, de imposição ao outro.

É fato observável que, em maior ou menor escala, sempre buscando submeter, naquele ser humano em que o sentimento de prepotência predomina, se faz presente a alma de um tirano e a atitude de um déspota.

Mas é importante compreender que, ainda na analogia proposta, os sentimentos de desvalorização pessoal podem ser considerados os avós da prepotência e, portanto, os pais da arrogância e do descaso. O que pode até explicar as razões, apesar de não justificar as atitudes prepotentes.

Você também pode se interessar por: