SERIA O PRESENTE UMA UTOPIA?

Há um consenso, até que se prove ao contrário, de que o único instante que existe é o instante presente, pois o passado é lembrança e o futuro ainda não aconteceu. No entanto, “mesmo sendo um intervalo muito pequeno, no processo de pensar, entre a assimilação dos estímulos e o processamento destes, há um intervalo … Continue lendo

O QUE SE TEME MAIS: A VIDA OU A MORTE?

É comum ouvir as pessoas falarem que tem medo da morte, principalmente, por não ser conhecido o que acontece quando se morre. Mas se pensarmos, no caminho após a morte só existiria duas possibilidades: o fim ou a continuação. Por outro lado, no caminho durante a vida, pelo menos até o dia da morte, as … Continue lendo

COMO VOCÊ SE SENTIRIA SE VIRASSE UM NÚMERO?

Certa vez, em um hospital geral, fui chamada para atender um paciente internado na enfermaria de ortopedia, que, segundo a equipe técnica, “estava deprimido, pois quase não falava e não se alimentava”. Durante o atendimento contou-me que estava com grande dificuldade, pois, por não ter um pedaço do seu estômago, não conseguia se alimentar direito, … Continue lendo

DEUS E A CIÊNCIA DO SENTIR

Sinto Deus! Mas não o Deus criado pelos Homens, um Deus que julga, condena, pune, maltrata e, por vezes, até mata! Sinto o Deus Cósmico! Que da minha condição humana não tenho como interpretar, mas apenas sentir. Sinto a superação da arrogância, da ilusão de superioridade e vislumbro o fim da pretensão da verdade. Sinto … Continue lendo

O SENTIR E O SENTIDO

De onde viemos? Para onde iremos? Existe vida além da morte? A morte é o fim? Quando e onde será a eternidade? Quando e onde será o fim? Estas são perguntas difíceis de responder, mas que são feitas desde os primórdios da humanidade. No entanto, se buscarmos a resposta em nível experiencial, ou seja, no … Continue lendo

A CIÊNCIA DO SENTIR E KANDINSKY

Kandinsky, descrevendo o tempo na pintura, afirma ser o ponto a “forma temporal mais concisa”(1). E prossegue: (A linha surge) quando uma força exterior faz mover o ponto numa determinada direção, (assim) cria-se o primeiro tipo de linha que mantém inalterada a direção tomada (…). Esta é a linha reta que apresenta, na sua tensão, … Continue lendo

O QUE ADOECE PRIMEIRO O SEU CORPO OU SUA MENTE?

Até então, em nossa cultura, no campo da ciência, o adoecimento de uma pessoa pode ser compreendido através das visões organicista, psicológica e psicossomática. Dizendo de forma simplificada, para a visão organicista, o soma teria o domínio sobre tudo o que se desencadeia na pessoa, inclusive, as doenças; para a visão psicológica, o domínio estaria … Continue lendo

EM QUEM VOCÊ TEM CONFIADO MAIS?

Alguns anos atrás, através dos jornais, li sobre a história de uma pessoa que tendo a sua mão decepada, sofreu um transplante. Naquela ocasião, um médico cientista conseguiu transplantar a mão de um falecido para aquela pessoa em questão. Entretanto, passado algum tempo, a pessoa transplantada não suportava mais olhar aquela mão, pois não a … Continue lendo

A VIDENTE VIU O MEU DESTINO, COMO PODE? ALGUÉM PERGUNTA

Primeiro é preciso que você compreenda que somos um complexo Macromicro vibratório uno, inteiro e indivisível que, simultaneamente, habita, pertence e é o Cosmos.

Quando um repórter informa que 5 minutos adiante da rua onde você está o trânsito parou por causa de uma batida, se você não souber que ele está observando as ruas de dentro de um helicóptero, ou seja, de um lugar que oferece um campo maior de visão do que o seu, diria que ele está lendo o seu futuro, quando de fato ele está, no presente, adivinhando a possibilidade de seu futuro, caso continue por aquele caminho. Continue lendo