EU TENHO TEMPO PARA PERDER, E VOCÊ?

O ser humano, nos seus conflitos impostos pela civilização, se perde assustado com tudo o que ele transformou no planeta, desde seus ancestrais nas cavernas. Vive no labirinto de sua angústia existencial e assustado, quem sabe, agarra-se ao imediatismo como forma de existir e não se perder! Mas se perde cada vez mais! Se perde … Continue lendo

COMO VAI O SEU TEMPO?

Você já se deu conta que se ficar fechado em uma sala, sem nenhuma referência externa e sem um relógio, perderá a noção de tempo? Isto acontece porque nós só podemos sentir o tempo através dos rastros que a sua passagem nos deixa, até que seja pelas marcas que começam a aparecer em nossa pele. … Continue lendo

SAUDADE

Hoje estou triste. Rasguei cartas, cartões postais e, também, me desfiz de objetos pertencentes a entes queridos que não estão mais aqui. E assim é a vida: tudo passa, todos passam. A ciência do sentir concebe que é preciso deixar partir. Mas também concebe a importância da saudade, um sentimento que mede o quão valeu … Continue lendo

SENTINDO MEDO

Se sentir medo é uma reação natural frente a uma ameaça, o sentimento de medo é um sentimento de preservação. Assim, se uma pessoa estiver impossibilitada de sentir medo, ela estará, inevitavelmente, exposta a muitos riscos. E aqui caberia a pergunta: se funciona desta forma, porque muitas pessoas ao sentirem medo paralisam e prejudicam as … Continue lendo

EU JÁ COMECEI E VOCÊ?

Muitas vezes, pelo desconhecimento de riquezas subjetivas, por não saberem apurar seus sentimentos, as pessoas sentem-se empobrecidas e experimentam os sentimentos de vazio e solidão. Desamparadas, se apegam ao que está fora na tentativa de conter tão grande sofrimento interno. Algumas usam de subterfúgios como as drogas, bebidas, compulsão por comer, jogar, comprar, sair, internet, … Continue lendo

ALEGRIA TAMBÉM FAZ ADOECER

O ser humano como um complexo macromicro vibratório possui um limiar do seu estado de equilíbrio dinâmico, que ao sofrer uma ruptura, inevitavelmente, de acordo com os estudos da ciência do sentir, abre uma janela para adoecer. E, desta forma, ao contrário do que muita gente pensa, “não só acontecimentos sofridos podem promover tal ruptura … Continue lendo

SUA VIDA EM POUCOS SEGUNDOS

A relatividade do tempo verificada entre os dois sistemas psíquicos – consciente e inconsciente – introduz o conceito de inconsciente relativístico que, como um conceito da ciência do sentir que foi demonstrado em pesquisa (1), descreveria, por exemplo, o fenômeno relatado por pessoas que, estando diante de acidentes graves, observaram suas vidas inteiras passarem como … Continue lendo

SERIA O PRESENTE UMA UTOPIA?

Há um consenso, até que se prove ao contrário, de que o único instante que existe é o instante presente, pois o passado é lembrança e o futuro ainda não aconteceu. No entanto, “mesmo sendo um intervalo muito pequeno, no processo de pensar, entre a assimilação dos estímulos e o processamento destes, há um intervalo … Continue lendo

O QUE SE TEME MAIS: A VIDA OU A MORTE?

É comum ouvir as pessoas falarem que tem medo da morte, principalmente, por não ser conhecido o que acontece quando se morre. Mas se pensarmos, no caminho após a morte só existiria duas possibilidades: o fim ou a continuação. Por outro lado, no caminho durante a vida, pelo menos até o dia da morte, as … Continue lendo

COMO VOCÊ SE SENTIRIA SE VIRASSE UM NÚMERO?

Certa vez, em um hospital geral, fui chamada para atender um paciente internado na enfermaria de ortopedia, que, segundo a equipe técnica, “estava deprimido, pois quase não falava e não se alimentava”. Durante o atendimento contou-me que estava com grande dificuldade, pois, por não ter um pedaço do seu estômago, não conseguia se alimentar direito, … Continue lendo