FALANDO DE SENTIMENTOS – COMPAIXÃO

COMPAIXÃO  Por Beatriz Breves Compaixão, sentimento que ao se agregar ao de empatia, tem determinado o seu tom na escala da benevolência. A compaixão também se inclui no rol dos sentimentos nobres, pois navega sobre o amor revelando a igualdade entre os seres e ativando a solidariedade humana. Um ser humano, se afinado pela compaixão, … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – GENEROSIDADE

GENEROSIDADE Por Beatriz Breves Tem gente que pensa que ao dar algo de bom a alguém está sendo generoso, ledo engano. Às vezes até pode ser, mas nem sempre é assim. Para que uma ação seja generosa, ela deve ter a sua origem no sentimento de generosidade. Caso contrário é uma ação que pouco, ou … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – ANO NOVO

ANO NOVO Por Beatriz Breves Ser feliz, emagrecer, ganhar dinheiro, conseguir emprego, parar de fumar, deixar de beber, conquistar um amor e tantos outros desejos que de fato emergem no sentimento de “Ano Novo”. Sim, quando o sentimento de expectativa convida o de esperança, juntos, promovem em sonhos o sentimento das realizações. E é dessa … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – NATAL

NATAL Por Beatriz Breves   Em tempo de Natal, o amor convoca todos os sentimentos para em reunião decidirem como cada um irá se agrupar no festejo. De pronto a alegria se declarou companheira da felicidade. Até porque juntas, elas alegram os corações e iluminam os sorrisos das pessoas. – “Ah, ah, ah!”, diversas gargalhadas … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – CONDENAÇÃO

CONDENAÇÃO Por Beatriz Breves Quando o coração acusa de forma severa, a pessoa se quebra em cacos. E se fica difícil olhar a si no espelho, mais ainda ir adiante na estrada. Em pouco tempo, se não houver atenuante, a acusação vai se transformando em nuvens cada vez mais escuras que formam tempestades com raios … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – ARREPENDIMENTO II

ARREPENDIMENTO II Por Beatriz Breves Ninguém se arrepende do que acertou. De fato, quando nos arrependemos é porque fizemos, ou deixamos de fazer, alguma coisa que se fosse possível voltar atrás faríamos diferente e, isto, depois da experiência ter demonstrado ter sido um erro. Um erro de maior ou menor escala, ou seja, que pode … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – IMPOTÊNCIA

IMPOTÊNCIA Por Beatriz Breves O sentimento de impotência se revela como uma amarra que aprisiona e impede o movimento. Não raro, costuma se acompanhar de um frio emocional que reflete a temperatura do Eu paralisado. À pessoa, compreendendo o verdadeiro significado de “nada a fazer”, congelada em suas ações, resta apenas aprender e esperar a … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – MELANCOLIA

MELANCOLIA Por Beatriz Breves Melancolia, um sentimento que pode variar na escala desde uma simples tristeza até às raias de uma depressão melancólica. Se apresenta como uma dor que chora lágrimas internas que, muitas vezes não nomeadas, aperta o peito e aprisiona o ser na impotência. Um sentimento que, em sua tonalidade mais intensa, pode … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – NOSTALGIA

NOSTALGIA Por Beatriz Breves Quando o sentimento de tristeza abraça o de saudade e trazem à tona uma lembrança daquilo que sentimos como “eu era feliz e não sabia”, estamos experimentando, na maioria das vezes, o sentimento de nostalgia. Um sentimento que tem suas raízes em nossas memórias e que, em seus mais variados tons, … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – DESESPERO

DESESPERO Por Beatriz Breves No sentimento de desespero a visão se turva, a audição ensurdece, a respiração falta e a boca resseca. E isto tende a acontecer diante de um perigo eminente, mesmo que por vezes seja apenas fruto de uma fantasia. Nessa hora, à alma, frente ao pavor de sua própria sombra, esfacelada pelos … Continue lendo