FALANDO DE SENTIMENTOS – TIMIDEZ

TIMIDEZ Por Beatriz Breves Na mais profunda região de mim mesma, onde apenas eu consigo chegar, encontro comigo querendo abraçar e receber o outro, mas não consigo. Nas relações sinto a vergonha, o medo me apossa e as limitações se impõem. Se quero sorrir, desprezo, caminhar, paraliso; dizer, emudeço. Sou prisioneira do sentimento de timidez. … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – DOR

DOR Por Beatriz Breves Sentir dor é experimentar aquele sofrimento agudo que toca as entranhas. Com dor, a pessoa se sente sugada pela aflição, vivência a insegurança do sentimento de medo e a tensão da sensação de retesada. A dor, e não importa se de origem física ou psíquica, é um pulsar só, pois tanto … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – TOLERÂNCIA

TOLERÂNCIA Por Beatriz Breves Sentir tolerância é aceitar o outro, mesmo quando nos parece insuportável e irritante. Esse é sem dúvida um sentimento que socializa, pois nos habilita ao convívio entre as diferenças. Entretanto, talvez a grande questão deste sentimento não esteja no outro, mas na própria pessoa que o sente, pois mais difícil do … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – ÓDIO

ÓDIO Por Beatriz Breves Quando o sentimento de ódio emerge, surge como um filme de terror. Na tela, entre sombras e trevas, um fantasma se alimenta da escuridão. Sinto medo e, mais, pânico! Truculento, o ódio é um déspota sem direção. Um sentimento que corrói. Em fel destrói e transforma o ser que o sente … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – ORGULHO

ORGULHO Por Beatriz Breves O sentimento de orgulho quando ferido se torna traiçoeiro pois, quando a pessoa despreza e humilha, acaba por provar do próprio veneno. Veneno intoxicante que, ao percorrer as veias, provoca dor, subtrai a capacidade de amar e amplifica a solidão Por outro lado, o sentimento de orgulho quando preservado se torna … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – HUMILHAÇÃO

HUMILHAÇÃO Por Beatriz Breves Hoje senti humilhação, um sentimento que convida a perplexidade, a vergonha e a raiva para reinar. A sua dor se equivale a de um fino punhal gélido penetrando a alma. Um sofrimento agudo no qual a gente se sente rebaixado ao último lugar dos seres, onde sumir seria pouco. Uma dor … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – VIDA

VIDA Por Beatriz Breves   O Sentimento de vida quando falta, faz de mim o pior dos vazios, um vácuo cheio de nada, cujo terreno infértil se mostra árido e escaldante, onde o calor não aquece, mata.   O quão mortal pode ser viver, para aquele que não sente a vida. A vida precisa ser … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – ESPERA

ESPERA Por Beatriz Breves O sentimento de espera é um sentimento deveras ambíguo, pois tanto pode levar a prosperidade quanto à ruína. Se aliado ao sentimento de paciência, pode ser fonte progresso. Em contrapartida, se próximo a impaciência, pode ser expressão de um desastre. Há quem diga que “quem espera sempre alcança”, mas também há … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – INÉRCIA

INÉRCIA Por Beatriz Breves Quando uma pessoa quer realizar algo e não consegue, pode estar sob os domínios do sentimento de inércia. Um sentimento que precisa estar sempre acompanhado, seja do desanimo, da preguiça, da depressão ou de algum outro sentimento que o auxilie na paralisação da pessoa. E é muito ruim de se sentir … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – DESANIMO

DESANIMO Por Beatriz Breves Quando o desanimo se aproxima, vem junto àquela preguiça. Só dá vontade de fazer nada, tudo o que se quer é ficar atoa. Um sentimento bom, quando não se tem o que fazer. Torna o dia prazeroso e faz da soneca a dona da situação. Um sentimento ruim, quando se tem … Continue lendo