FALANDO DE SENTIMENTOS – CRIANÇA

CRIANÇA por Beatriz Breves Pegue a gosto porções dos sentimentos de leveza, liberdade, alegria e encanto. Misture bem e os prepare ao modo aconchego para a seguir dourar ao calor da esperança. Por fim, recheie com inocência. Assim é o sentimento de criança.

FALANDO DE SENTIMENTOS – RASO

RASO por Beatriz Breves O raso é um sentimento que por vezes nem se faz reconhecer como um sentimento de tão raso que é. Sem profundidade, não possui conteúdo. O que pode levar a pessoa que o sente a evoluir para o sentimento de superficialidade. Afinal, todo sentimento de superficialidade traz em si o de … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – SAUDADE DE MIM

SAUDADE DE MIM Por Beatriz Breves Se em minha memória o passado se faz borrão e o presente já não se apresenta tão sólido, o que esperar do futuro a não ser a neblina cinza-escura. Sinto-me confusa e sofro a dor da minha partida, não pela morte, mas pela consciência de que, dia a dia, … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – PAI

PAI Por Beatriz Breves   O sentimento de pai não trafega na rodovia da genética, mas na autoestrada do coração. Autoestrada que, em simultâneo à sinalização das leis, emana o bálsamo do amor incondicional. Autoestrada que, desde o quilometro zero, se mostra asfaltada por uma das mais belas magias da vida, a que oscila entre … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – PASSADO II

PASSADO Por Beatriz Breves Um sentimento muitas vezes confundido com a passagem do tempo, eu diria, esse ser um grande equívoco, pois enquanto o tempo não volta, o sentimento de passado retorna a todo instante. Digo mais, valendo-me do antigo ditado “Recordar é viver”, em nível de sentimentos, o passado e o presente se retroalimentam, … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – RECEIO

RECEIO Por Beatriz Breves O receio costuma ser sentido quando a pessoa se posiciona entre pelo menos duas situações, o que lhe confere, portanto, a característica de ser um sentimento de fronteira. O receio, então, é um sentimento que se manifesta na fronteira entre ir ou parar, confiança ou desconfiança, medo ou coragem, ousadia ou … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – OUSADIA

OUSADIA Por Beatriz Breves A ousadia é um sentimento que não se apresenta sozinho, pois se mostra sempre acompanhado da coragem que constuma ressoar a fé. Digo isso porque no seu grau mais elevado, a ousadia é o que impulsiona a pessoa a se aventurar ao desconhecido, a correr pequenos e grandes riscos, valendo-me de … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – INCAPACIDADE

INCAPACIDADE Por Beatriz Breves O sentimento de incapacidade emerge quando, por alguma razão, desejamos fazer algo e não nos sentimos capaz de realizar. Dessa forma, estando associado ao reconhecimento de uma limitação, tanto pode convergir para aceitação, para frustração pessoal ou, ainda, para o investimento na capacitação. Todavia, há um aspecto desse sentimento que costuma … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – OBEDIÊNCIA

Obediência Por Beatriz Breves A todo instante as pessoas estão se comportando obedientemente às regras estabelecidas através das leis e, isso, muitas vezes, sem mesmo se darem conta. Todavia, quando se fala do sentimento de obediência, não necessariamente está se falando de regras pré-estabelecidos por uma sociedade, mas em como as pessoas se sentem frente … Continue lendo

FALANDO DE SENTIMENTOS – ESTABILIDADE

Estabilidade Por Beatriz Breves O sentimento de estabilidade pode assumir diversas tonalidades na vida de uma pessoa. Se transformado em permanência, assume a tonalidade do sentimento de mesmice, o que pode levar a pessoa à cristalização. Entretanto, se transformado em segurança, assume a tonalidade do sentimento de solidez, o que pode levar a pessoa à … Continue lendo