O SENTIMENTO DE AMIZADE

Quando se fala em amizade, normalmente se pensa em um tipo de relação entre duas pessoas. José é muito amigo de João, se conhecem desde a infância; ou ele ajudou muito João quando não esteve bem; …ou eles saem sempre juntos; etc.
No entanto, a amizade pode ser experimentada através de um sentimento que nada tem a ver com estar junto a todo instante, auxiliar em um momento difícil, se conhecer desde a infância, etc. Até porque podemos realizar tudo isto sem nos sentirmos amigo da outra pessoa.
O sentimento de amizade transpõe as ações e vibra simultaneamente o sentimento de respeito pelas diferenças; o sentimento de tolerância pela “sacanagem” que porventura pode acontecer entre amigos; o sentimento de compreensão pela ausência nos momentos bons ou ruins; o sentimento de carinho por vidas distantes; o sentimento de um amor fraternal que é capaz de suportar até mesmo a raiva que dois amigos podem se provocar.
Esta entrada foi publicada em Ciência do Sentir on-line por Beatriz Breves. Adicione o link permanente aos seus favoritos.