ELEIÇÃO

A política da implicância
Comprova o quanto de asneira existe
Nesta política de candidatos sem ética,
Que se insinuam para esconder as farsas
E obter o poder pelas articulações.
Por debaixo dos panos
Que causam danos,
Ferindo o bom senso,
Quebrando acordos em façanhas acordadas
Em ajustes petulantes
Das variáveis atitudes azucrinantes,
Nos fazendo perder a noção de quem escolher.
Isto é democracia?!
Salve-se quem puder.
Só saberemos ou não, depois desta eleição.
E colocar em moção a e-moção.
Dos verdadeiros estadistas.

Esta entrada foi publicada em Poemas Prosas Poesia por Virginia Sampaio. Adicione o link permanente aos seus favoritos.