CASCATINHA

Noite estrelada
Grama orvalhada
Barulho da água
Fluindo na mata
Sonho sonhado
Lume vaga-lume
Ilumina o orvalho
Energia que acalma
Suave, doce, alma
Há magia no ar
A magia nos traz
Um canto de amor
Um encontro da paz.

Esta entrada foi publicada em Poemas Prosas Poesia por Virginia Sampaio. Adicione o link permanente aos seus favoritos.